Policial | Portal O Guarda

Carregando ...

Policial

0 146

Uma tentativa de assalto a um furgão da empresa de cigarros Souza Cruz terminou com a morte de um vigilante nesta terça-feira (30), em Tanguá, município vizinho a Itaboraí.

Segundo informações, cerca de seis homens armados com fuzis e pistolas teriam rendido o motorista da empresa e anunciado o assalto. Os seguranças, que fazia a escolta, vinham em um veículo logo em seguida.

Ao perceberem a aproximação da escolta, os bandidos deram início ao tiroteio. O vigilante foi baleado e morreu ainda no local do confronto. Os bandidos conseguiram fugir sem a carga.

0 1064

Um triplo homicídio foi registrado no final da tarde de hoje no bairro Padre Andrade, mais precisamente na pracinha do Bairro. Segundo as informações que a mim chegaram é que seis elementos em várias mortos chegaram até o local e sem discutir com as vítimas abriram fogo contra os mesmos que vieram a óbito no local sem chances de ser socorrida.

A polícia está no local juntamente com a divisão de homicídios, perícia e rabecão do IML. Acredita-se que este estes crimes tenham ligação com guerras de gangues. Estamos aguardando mais informações e detalhes para repassar com exclusividade a página 190ce .

Fonte: 190ce

0 7222

A crescente onda de assalto que assola o bairro e inúmeros caso de tiroteios vem tirando a paz e o sossego dos moradores. Acostumados a ficarem nos portões de suas casas dialogando com vizinhos e vendo crianças a brincar nas ruas ou aguardando o retorno de entes queridos, os moradores agora tem que conviver com a dura realidade dos assaltos, tiroteios e trafico de drogas.
Na manhã desta quarta-feira (29/03), duas pessoas foram pressas, uma baleada na perna, na parte alta do bairro, em uma troca de tiros com policias do 7BPM.

0 1456

Nem colchão, nem água potável. Um amontoado de 80 homens nus dividindo espaço numa cela com fezes flutuando em poças de água e urina. Entre eles, apenas uma bacia higiênica, esvaziada esporadicamente. Odor insuportável, umidade excessiva, pouca ventilação. Esse foi o cenário com o qual um grupo do Conselho Estadual de Direitos Humanos deparou na Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves de Abrantes, em João Pessoa (PB), no último dia 28. Mas a violação aos direitos humanos no PB-1, como é mais conhecido o presídio, não parou aí.

Responsáveis por relatar as condições oferecidas pelo estado aos presos, os seis conselheiros – entre eles, a ouvidora de Segurança Pública da Paraíba, uma defensora pública, uma professora universitária e um padre – tiveram prisão anunciada pelo diretor do presídio. Detidos por três horas e ameaçados de serem conduzidos a uma delegacia de polícia, só foram liberados após a intervenção do Ministério Público Estadual, que apontou abuso nas detenções.

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal abriram inquérito para apurar se ele cometeu os crimes de abuso de autoridade e cárcere privado ao deter os conselheiros. Pressionado, o governador Ricardo Coutinho (PSB), que mantém o major no cargo, criou uma comissão formada por representantes do governo, da sociedade civil e do próprio Conselho, que terá 30 dias para apresentar suas conclusões sobre o episódio.

Dez dias depois do episódio, o major Sérgio Fonseca de Souza, responsável pelo presídio e pelas prisões, continua na direção do PB-1. Mas sob intenso fogo cruzado.

0 620

Jovem foi morto a tiros no bairro Caravágio na manhã da terça-feira dia 28. O crime ocorreu por volta das 10h30min numa praça do bairro, na rua Tolentino Gonçalves Corrêa. Juliano Rafael Morais da Rosa, conhecido como “Zoreia”, com antecedentes criminais, foi alvo de disparos de arma de fogo. A vítima era moradora do bairro. Segundo a Brigada Militar, o autor dos tiros teria fugido de carro. A suspeita inicial é de que o assassinato tenha ligação com o tráfico de drogas. O caso está sendo investigado pela polícia civil!
Jovem foi morto a tiros no bairro Caravágio na manhã da terça-feira dia 28. O crime ocorreu por volta das 10h30min numa praça do bairro, na rua Tolentino Gonçalves Corrêa. Juliano Rafael Morais da Rosa, conhecido como “Zoreia”, com antecedentes criminais, foi alvo de disparos de arma de fogo. A vítima era moradora do bairro. Segundo a Brigada Militar, o autor dos tiros teria fugido de carro. A suspeita inicial é de que o assassinato tenha ligação com o tráfico de drogas. O caso está sendo investigado pela polícia civil!

Fonte: Noticias Policiais do Brasil

0 2196

“Ratinho”, como era conhecido o gerente do tráfico de drogas da Comunidade do Guandu, em Engenheiro Pedreira, foi baleado ontem, segunda-feira, 27/03, depois de confronto com policiais do 24º  BPM. Ele foi levado para a Policlínica de Japeri, mas não resistiu.

Durante a operação na Comunidade, também foram recuperados dois carros. Um Honda HR-V vermelho, placa KXB 7262, que tinha sido levado de Rocha Miranda, Zona Norte do Rio, no dia 10/03/17, e um Honda City cinza, placa LMK 3446, roubado no dia 11/03/17, em Nova Iguaçu.

De acordo com a polícia, quando Ratinho foi encontrado, ele estava no chão, baleado, com uma pistola Glock de calibre 9mm, que foi apreendida. A ocorrência foi registrada da 63ª DP, em Japeri.

0 4309

Um assalto e uma troca de tiros no fim da madrugada desta segunda feira, dia 27 de Março, acordou e assustou os moradores do bairro.

Durante um assalto em um posto de GNV na rodovia RJ 106, no Arsenal, uma dupla de assaltantes em um carro, foi surpreendida por 2 soldados da PM que seguiam para o trabalho na cidade do Rio de Janeiro e estavam abastecendo o veículo.

Houve um rápido tiroteio e os bandidos conseguiram fugir, porém um deles, identificado como Felipe Oliveira dos Santos, foi baleado e morreu em seguida após dar entrada no Hospital Geral do Colubandê.

Fonte: Portal do Arsenal

0 333

Essa semana o Centro de Recadastramento da Polícia Militar teve uma surpresa pra lá de inusitada.

Um soldado reformado da Polícia Militar veio sozinho de Cianorte, no Paraná, para fazer o seu recadastramento. Mas o que chamou a atenção não foi o fato de ter vindo sozinho, mas sim a sua idade: 101 anos! Isso mesmo, 101 anos!

Totalmente lúcido, o senhor Severino Teotônio da Silva, soldado da Polícia Militar, matrícula 01.449-4 esbanjou simpatia. Conversador, chamou logo a atenção. Todos queriam ouvir pelo menos um pouquinho de sua história…e que história.

Nascido em Gravatá, Pernambuco no dia 04 de janeiro de 1916, no auge dos seus 101 anos de vida veio cumprir com a missão dada: recadastrar-se para não ficar com seus vencimentos bloqueados.

Nos grupos de policiais seu Severino se tornou a atração. Muitos criticaram a falta de um pronunciamento da instituição sobre um patrimônio como esse. Outros pediam que o comando da corporação olhasse a situação e fosse concedido ao mesmo, e talvez a tantos outros que possam existir por esse Brasil afora, uma promoção pelos bons serviços prestados à sociedade, numa profissão desgastante e perigosa.

O soldado Severino Teotônio da Silva fez o seu recadastramento e retornou para seu Estado, mas a lembrança e a saudade com certeza ficará na memória daqueles que tiveram a oportunidade de conviver, mesmo por pouco tempo, com essa memória viva da Polícia Militar do Distrito Federal.

Fica aqui a nossa homenagem ao senhor Severino Teotônio da Silva. Nosso respeito e consideração.

0 2686
A mulher foi encontrada por moradores assim que o dia começou a clarear.

Uma mulher desconhecida até o momento, com idade aproximada de 20 anos, foi encontrada morta, por espancamento e estrangulamento, por volta das 5h desta qunta-feira, no começo da ladeira da Rua Paulo Brito, bairro da Cidade de Deus, na Zona Leste de Manaus.

Moradores disseram aos policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que o local é perigoso porque vive cheio de viciados e vendedores de droga que também praticam assaltos, tomando telefones celulares o outros valores de quem se arrisca passar po rali durante a madrugada.

Policiais da 13ª Cicom também estiveram no local do crime.

A vítima não foi reconhecida por nenhum dos moradores da rua onde on crime aconteceu. Ela tinha cabelos pretos ondulados e compridos, de cor clara, estava descalça e vestindo uma bermuda azul e blusa preta de meia.

Um morador ouvido pelos policiais da DEHS contou que estava se preparando para sair de casa para trabalhar, quando viu pela janela um carro parando rapidamente e seus três ocupantes, que ele não identificou, jogaram alguma coisa para fora do veículo.

Marcas de agressão foram encontradas no
corpo pela equipe de peritos.

O dia já estava começando a clarear e quando foi ver o que havia acontecido, o morador, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi o primeiro a se deparar com a mulher morta e jogada em cima de um capinzal existente no começo da ladeira da Rua Paulo Brito.

Fonte: Noticias Policiais do Brasil

POSTS ALEATÓRIOS

0 208
Hoje em dia, as mulheres não têm paciência nem tempo para ir constantemente ao salão de beleza. Portanto, as técnicas de beleza e cuidados...

%d blogueiros gostam disto: