sáb. fev 29th, 2020

CASO MARIELLE

1 min read

Após a Polícia Federal (PF) confirmar a obstrução nas investigações sobre as execuções de Marielle Franco e Anderson Gomes, com a constatação do falso testemunho do policial militar Rodrigo Jorge Ferreira, o Ferreirinha, policiais federais, civis e promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) adotaram uma estratégia em comum para tentar chegar ao mandante dos assassinatos: o desmembramento do inquérito original e a revisão de antigos inquéritos onde suspeitos de envolvimento no caso Marielle são citados como responsáveis por outros crimes. Segundo fontes ouvidas pelo UOL, o objetivo seria conseguir delações a partir de prisões por crimes sem relação direta…

#Fonte: UOL